Atirar cigarros para o chão, mas em local específico

Todos nós o sabemos. Quem fuma e quem não o faz, sabe à partida que não devia atirar a beata do seu cigarro para o chão. É muito frequente ver ruas cheias de beatas fruto de cidadãos pouco civilizados. Mas em Amesterdão, em certas ruas este problema é agora tratado com a incorporação de uns mini-caixotes do lixo implantados precisamente no chão, e destinados apenas ao seu cigarro. Pode não parecer, mas todos os anos a cidade gasta muito dinheiro para limpar os canais de escoamento de águas, e um fator que causa estes entupimentos é isso mesmo, o seu "pequeno" cigarro. De louvar esta ideia e de esperar, quem sabe, a mesma iniciativa em Portugal.

Um parque infantil flutuante

Este parque infantil tem tudo para parecer normal, não fosse o caso de ser composto por 3 embarcações que foram anteriormente barcos e que foram transformados e agora flutuam nas margens do canal para fazer as delícias dos mais pequenos. Situado no bairro de Westerdok, no centro de Amesterdão, esta solução resolve os problemas da falta de espaço disponível. Conta também com uma mesa de piquenique e nos dias mais quentes está cheia de crianças e adultos que mergulham no canal. Apresenta boas condições de segurança, com pavimento em borracha, vedação em metal e boas instalações. Uma solução engenhosa para se conseguir mais espaço onde antes era água.

Sanitas feitas a pensar na prevenção

A maioria das sanitas na Holanda apresenta um design diferente onde a saída do esgoto está mais à frente, e com uma aba plana na parte de trás, criando uma baía. Isto é feito para que o utilizador, ao ir à casa de banho, possa analisar os vários aspetos da sua urina ou excrementos que se depositam nesta aba plana e avaliar se apresentam alterações para visitar um médico. Pode parecer um pouco estranho ou antiquado mas tem toda uma lógica que pretende atuar como prevenção.