Comunidade luso-venezuelana voltou a celebrar as Festas das Fogaceiras
Comunidade luso-venezuelana voltou a celebrar as Festas das Fogaceiras

A comunidade luso-venezuelana celebrou por estes dias e pela 20.ª vez, as Festas das Fogaceiras, em honra do mártir São Sebastião, uma iniciativa que teve, segundo os organizadores, pouca participação de jovens, devido à emigração de lusodescendentes que escapam da crise no país. “Nos primeiros anos tínhamos um grupo de jovens nos quais víamos garantido o futuro desta organização, mas hoje 90% dessa juventude já não está na Venezuela", disse à Lusa Rodrigo Ferreira, o presidente da Associação Amigos de Terras de Santa Maria da Feira, de onde provém a tradição. As festas chegaram a reunir quase um milhar de pessoas, mas Rodrigo Ferreira acredita que a devoção persiste e vai manter-se.