Morreu o fotógrafo que imortalizou a emigração portuguesa em França
Morreu o fotógrafo que imortalizou a emigração portuguesa em França

Gérald Bloncourt, o fotógrafo que imortalizou a emigração portuguesa em França nos anos 60 e 70, nomeadamente nos bairros de lata, morreu na segunda-feira, aos 92 anos. O fotojornalista retratou os “bidonville” portugueses, mas também a viagem clandestina – “a salto” – para França. Gérald Bloncourt nasceu em 1926, no Haiti, de onde foi expulso por razões políticas e passou a residir em Paris, onde iniciou uma carreira de fotojornalista que o levou ao encontro dos portugueses nos bairros de lata dos subúrbios da capital francesa. O primeiro “bidonville” que fotografou foi o de Champigny-sur-Marne, nos arredores de Paris. O funeral está previsto para dia 5, no cemitério Père Lachaise, em Paris

Leslie a tempestade na EN109-9

Aconteceu o grande incêndio em 15 de outubro de 2017 e agora o furacão Leslie no dia 13 de outubro de 2018. Foi mau demais para uma região que não está habituada a intempéries. Desta vez fiz um vídeo de parte do percurso desta estrada 109-9 para dar uma ideia de como está o que a ladeia. Quem a conhece, e já há um ano que não a frequenta, ficará decerto muito dececionado. Começa-se numa zona verde, que seria igual em todo o percurso, mas depois aparecem árvores partidas, tombadas e depois a zona abrangida pelo fogo ... https://www.youtube.com/watch?v=zq_Hh1jwHms&t=9s

EcoMarket

Realizou-se este fim de semana em Lisboa o EcoMarket da Origanii. Uma mostra dedicada a produtos e empresas com cariz ecológico. Desde os biológicos aos orgânicos, aos que reciclam materiais plásticos e outros. Também as comidas tiveram espaço de destaque com os produtos vegetarianos e vegans a mostrarem-se bastante originais e imaginativos. Soluções de mobilidade partilhada quer em carros eléctricos quer em trotinetes também estiveram presentes. Algumas empresas de Leiria marcaram presença nomeadamente a Maria Descalça com as suas malas feitas de plástico. Mais uma forma de reciclagem.

Caminhada de alunos e professores da ESDS

No dia 28 de outubro a 29ª Comissão de Alunos da Escola Secundária Domingos Sequeira (ESDS), antiga EICL, promoveu uma caminhada para angariar fundos para o próximo encontro anual que se realizará no dia 6 de abril de 2019, no Estádio Municipal Magalhães Pessoa, em Leiria. Esta caminhada, que envolveu muitas dezenas de participantes, começou com um aquecimento orientado pelo PHIVE no interior da ESDS. Teve a particularidade do seu itinerário englobar o centro histórico de Leiria, o Seminário de Leiria e a Vila Portela, local cujo interior muitos ainda não conheciam. Por estas novidades e pelo convívio que se gerou, esta caminhada constituiu uma experiência muito agradável para todos.

Uma terra de camelos

Os camelos fazem parte das raízes da cultura emirati. No passado, pensava-se que eram uma dádiva de Deus aos beduínos, pela sua capacidade de se adaptarem às condições adversas do deserto. Hoje em dia, as corridas de camelos são a parte mais visível desta cultura. A carne de camelo é usada para fins culinários e o leite considerado muito mais saudável que o de vaca. O preço base começa nos 20000 euros e pode atingir milhões no caso dos campeões de corrida. São criados em quintas, onde os encontrei este fim-de-semana, numa das minhas caminhadas. Amigáveis, curiosos e gulosos! Sempre à espera de uma guloseima dos estranhos.

DJ Jonh Mayze & Miguel Faria estreiam-se em Angola

A dupla de DJ portugueses Jonh Mayze & Miguel Faria actuaram em Angola, pela primeira vez, no último sábado, em Cabo Ledo, durante a sexta edição do SSW (Social Surf Weekend). Cheios de originalidade e bom gosto musical, Jonh Mayze & Miguel Faria, ao lado de DJ vindos de vários pontos de Angola – Py Alves (Benguela), Kalleza (Lubango), Mauro Mix (Namibe) e Callas (Luanda), deram os melhores mix de sempre ao maior festival de verão de Angola. Durante 3 dias de festival, de 19 a 21 de Outubro, o SSW’18 recebeu em Cabo Ledo, 120 Kms a sul da capital Angolana, mais de quatro mil aventureiros num fim-de-semana dedicado à espiritualidade, ecologia e surf. Para o ano haverá mais SSW!

Atirar cigarros para o chão, mas em local específico

Todos nós o sabemos. Quem fuma e quem não o faz, sabe à partida que não devia atirar a beata do seu cigarro para o chão. É muito frequente ver ruas cheias de beatas fruto de cidadãos pouco civilizados. Mas em Amesterdão, em certas ruas este problema é agora tratado com a incorporação de uns mini-caixotes do lixo implantados precisamente no chão, e destinados apenas ao seu cigarro. Pode não parecer, mas todos os anos a cidade gasta muito dinheiro para limpar os canais de escoamento de águas, e um fator que causa estes entupimentos é isso mesmo, o seu "pequeno" cigarro. De louvar esta ideia e de esperar, quem sabe, a mesma iniciativa em Portugal.

Noite de fados da Liga dos Combatentes

No dia 20 de outubro, realizou-se mais uma noite de fados promovida pelo Núcleo de Leiria da Liga dos Combatentes. Contou com o apoio da Deolinda Bernardo e o seu grupo de fadistas e guitarristas que atuaram gratuitamente para encanto dos Combatentes e familiares. Em virtude de serem quase duas centenas de participantes, o NLLC precisou de um espaço grande o qual foi gentilmente cedido pelo RA4. A Iolanda Garcia, antes de cantar, fez uma dedicatória ao Sr. João Teixeira, ex-Secretário da Assembleia Geral e sócio dedicado da Liga dos Combatentes que faleceu o ano passado. No final, o Maior Marto Silva, presidente do Núcleo, entregou lembranças aos artistas como forma de reconhecimento

WSL em Peniche e muitas mensagens positivas

A World Surf League trouxe mais uma vez uma etapa do circuito mundial de surf à praia de Supertubos em Peniche. As ondas dos primeiros dias não desiludiram e hoje sábado espera-se pela realização dos "heats" finais. A entrada da praia está cheia de merchandising que acompanha o "circo do surf" por esse mundo fora e há espaço também para algumas acções locais com impacto global. Ou pelo menos assim se espera. São vários os apelos para a não deposição de lixos e acções de sensibilização para o impacto deste na mãe natureza, esse espaço lindo onde vivemos. Que bom seria se mais eventos desta dimensão passassem estas mensagens.

Investimentos de Leiria promovidos na Suécia

Foram diversos os operadores que promoveram investimentos imobiliários da região de Leiria na feira Kopa Hus Utomlands. Está é a maior feira de compra de imobiliário no estrangeiro realizada nos países nórdicos. Em Estocolmo decorreu nos dias 13 e 14 de Outubro, no parque de exposições da cidade. Esperam-se agora várias visitas à nossa região de vários potenciais investidores.

Aldeia da alimentação saudável

Nos dias 13 e 14 de outubro (sábado e domingo), o Mercado de Sant’Ana recebeu a Aldeia da Alimentação Saudável, uma iniciativa organizada em parceria pelo Município de Leiria e o Hospital D. Manuel de Aguiar. Esta edição da Aldeia da Alimentação Saudável, contou com muitas e variadas iniciativas destinadas a todos, tendo sido criado um espaço para os mais pequenos, repleto de atividades didáticas e bem divertidas. Foi também apresentada uma App inovadora para promover comportamentos saudáveis em meio escolar (TeenPower) desenvolvida por um consórcio entre a câmara municipal de Leiria, e os institutos politécnicos de Leiria, Castelo Branco e Santarém.

Furacão Leslie relembra imponência da Natureza

De quando em vez lá vem a Natureza avisar-nos de que não somos nada perante a sua imponência. Os destroços deixados pelo furacão Leslie, na madrugada de 13 para 14 de outubro, nas zonas costeiras de Portugal, são prova disso mesmo. Os distritos de Leiria e Coimbra foram dos mais afetados e os inúmeros estragos (telhados derrubados, pinheiros caídos na estradas e vasos partidos, entre outros) deixaram pessoas desalojadas e feridas. Foram as intempéries da Natureza a avisar-nos que nada podemos quando as condições atmosféricas adversas, provocadas por ventos fortes, não o permitem. A fotografia mostra a caruma espalhada pela estrada, vestígio da passagem do Leslie por terras do Marquês.

Quando se é da serra...

Sou da Mendiga, aldeia serrana de Porto de Mós, em pleno parque natural. Quando vim viver para os Emirados, sentia muita falta da serra. Depressa percebi que aqui não havia só deserto, e ao fim de 4 meses (dezembro de 2013), comecei a participar em caminhadas na serra nos emirados de Ras Al Khaimah, Fujairah e às vezes em Omã. Faço estas caminhadas quase todos os fins de semana, assim que o tempo arrefece um pouco. Este fim-de-semana foi Fujairah, em Wadi Spectrum, wadi é vale em árabe, por causa das cores absolutamente incríveis das rochas. Esta foi uma caminhada exigente e onde o espírito de equipa foi fundamental, mas uma bênção em termos de usufruir duma paisagem maravilhosa.

Moda feminina nos Emirados Árabes Unidos

Quando se pensa em mulheres desta região, a imagem é a de mulheres cobertas de preto, nalguns casos, a cara incluída. Aqui, atualmente, em geral, as mulheres vestem abaias pretas com apontamentos de cores discretos e decorativos. Cobrem a cabeça (nem todas), a cara descoberta, cuidadosamente maquilhada. Nem sempre foi assim. As roupas das mulheres nesta região foram planeadas para a vida berbere e a proteção do pó e do calor. Na cara uma máscara em tecido ou cabedal, douradas, para proteger o nariz e a boca da areia do deserto. Nas aldeias isoladas das montanhas ainda é possível encontrar mulheres vestidas com as roupas tradicionais, como nesta caminhada que fiz há 2 semanas. Emocionante.

Portugal tem a maior comitiva de sempre nos Jogos Olímpicos da Juventude
Portugal tem a maior comitiva de sempre nos Jogos Olímpicos da Juventude

É a maior comitiva que Portugal alguma vez levou aos Jogos Olímpicos da Juventude. Em Buenos Aires, entre 6 a 18 de outubro, competirão 41 atletas portugueses, em representação de 12 modalidades: atletismo, canoagem, esgrima, ginástica, karaté, natação, patinagem, pentatlo moderno, triatlo, vela, andebol de praia masculino e o Futsal feminino “Trata-se de uma experiência que ficará nas vossas memórias. Que possam superar-se, ir além do vosso valor desportivo. No plano social, o comportamento deve ser irrepreensível, porque transportam nas vossas costas o país. Há expetativas muito grandes em relação a esta Missão”, disse José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico Português.

Habitantes dos distritos de Leiria e Coimbra protestam contra a poluição

Uma manifestação contra a construção de um Centro Integrado de Valorização de Resíduos em Canto das Rosas, Sampaio (Coimbra) vai ter lugar no domingo, 7 de outubro, pelas 15 horas. Em causa está o desagrado da população em relação à construção de mais uma fonte de poluição mau cheiro, e os insectos que trará um impacto negativo à qualidade de vida das pessoas que habitam em 10 aldeias dos distritos de Coimbra e de Leiria. Pretende-se que o Centro Integrado de Valorização de Resíduos se localize numa antiga suinicultura que, já no passado, foi alvo de vários protestos. Contra a construção do edifício estão a ser recolhidas assinaturas num abaixo-assinado que já conta com mais de 1000 signatários.

Showroom Marquesa de Valbom patente na FIL

O Showroom Marquesa de Valbom, de Leiria, apresenta na Lisboa Design Show, na FIL – Feira Internacional de Lisboa, até 7 de outubro, uma seleção de marcas que se destaca pela exuberância e estilos únicos. Inclui duas marcas de origem portuguesa: a Spicy Pink, da criadora portuguesa/parisiense Kristine Kosta (Leiria) e a Jael Curiel, da portuguesa/luxemburguesa Jael Redinha, criadoras absolutamente inspiradoras e inovadoras. O leque de marcas de renome internacional tem origem de Londres a Istambul. A empresa sediou-se na cidade de Leiria com considerável investimento há mais de um ano com actividade no mercado nacional. O projecto da empresa aposta agora na consultoria à internacionalização de marcas portuguesas para vários mercados da Europa, Ásia e África.

125 mil euros por uma simples garagem para o carro

Uma simples garagem para estacionar um carro. Nada de luxos, de acabamentos a pedra exótica ou de grandes áreas, mas o preço de venda fixa-se nos 125 mil euros. A única razão para este altíssimo valor é porque esta garagem se situa em Amesterdão onde o espaço é limitado. Se ter um carro nesta cidade já é um luxo, então ter uma garagem para o guardar ainda mais o é. Situada em Vossiusstraat, na zona nobre da cidade, esta garagem acarreta ainda o pagamento de 120 € mensais de taxas de serviço e manutenção. Encontram-se bem mais garagens para venda na cidade, sendo que os valores começam nos 50 mil dependendo da zona. Mais uma boa razão para os habitantes se manterem fiéis às bicicletas.